A Batalha de Montese foi travada no final da Segunda Guerra Mundial, entre os dias 14 e 17 de abril de 1945, como parte da Ofensiva Aliada final da Campanha na Itália, tendo de um lado os pracinhas (FEB), reforçada por alguns tanques da 1ª Divisão Blindada Americana, e de outro, tropas do 14º Exército Alemão.

As tropas aliadas avançavam, desde o início do ano de 1945, contra os inimigos na Itália, mas, para conquistar o norte, era preciso dominar a região estratégica de Montese. “A posse de Montese era decisiva para a vitória final, pois, determinaria a evolução do cenário e o prosseguimento da Guerra na Itália”, explica o general Gerson Menandro, Comandante Militar do Oeste e especialista sobre a Batalha de Montese.

A conquista de Montese era o principal objetivo da 2ª Cia. do 1º Btl/11º RI. Tinha sido planejada para ser executada em duas fases,uma com o lançamento de fortes patrulhas destinadas a capturar a primeira linha de alturas de posse do inimigo, e outra de ataque, precedida de intensa preparação de artilharia, apoio de blindados e cortina de fumaça.

soldados brasileiros na batalha de montese

Vejam: Os dezessete pracinhas que não se renderam após a morte

Tendo início do primeiro ataque as 09:00 h com o ataque de dois pelotões a dois postos avançados do inimigo. Conforme previsto no planejamento os dois pelotões atacaram os objetivos, com forte reação do inimigo. O 1º Pelotão foi detido pelo forte fogo inimigo, conseguindo conquistar o objetivo algumas horas depois. O 2ª Pelotão foi detido em um campo minado sento castigado pela concentração do fogo de artilharia. Neste ataque, seu comandante foi atingido mortalmente na cabeça. Devido a estes contratempos o objetivo definido para o 2º Pelotão não foi atingido.

A segunda fase com início às 12:00, também com dois pelotões. Às 11:45, o comandante confirmou a operação, considerado como hora “H” para o ataque principal.

De inicio o 1º Pelotão atacou o cume, tendo vencido 1/3 do percurso,logo sem seguida foi atingido por intenso fogo da artilharia alemã, que acabou cortando o fio do telefone e assim dificultando o contato entre as equipes.

patrulha brasileira na batalha de montese

Superados estes contratempos o pelotão atingiu o topo das elevações de Montese, porém, perdeu contato com as outras companhia, em seguida o cume foi atingido pela artilharia, assim deixando os alemães desalojados,que logo em seguida foram abatidos ou capturados.

O 2º Grupo de Combate, logo após juntar-se ao 1º, foi empregado para dominar resistências que hostilizavam nosso flanco direito. Colocado em situação favorável e atirando de curta distância sobre um abrigo onde havia uma metralhadora inimiga, após alguns ataques a posição foi conquistada.

Na manhã do dia 15, ainda com a artilharia alemã atacando a cidades, as tropas brasileiras fizeram uma limpeza da cidade. Tendo feitos oito prisioneiros Alemães, do lado Brasileiro, quatro baixas, sendo um morto e três feridos.

A Batalha de Montese seria considerada encerrada em 16 de abril, com o fim dos contra-ataques alemães. Embora o trabalho de“limpeza” na cidade e arredores contra franco-atiradores tenha prosseguido até o dia 17.

A conquista de Montese é significava o rompimento das linhas inimigas “Gótica” e “Gengis Khan”, permitindo que os brasileiros cercassem 148ª Divisão e aprisionando cerca de 21 mil homens.