Você já imaginou que um AT-26 Xavante da FAB podia derrubar um F-16 da USAF ? Esse Fato aconteceu em 2010 durante uma operação militar.

Você sabia que durante a Cruzex Flight 2010 (Uma operação militar que reúne vários países na capital Potiguar em uma simulação de guerra), um AT-26 Xavante do 1°/4° GAv Esquadrão Pacau abateu (virtualmente, é claro) um F-16C da USAF. Isso mesmo que você leu! Um Xavante abateu um F-16!

Vejam: O Substituto do EMB-326 Xavante

Como nesses tipos de operações é colocado uma velocidade e altitude máxima para todos os pilotos isso não foi uma tarefa muito difícil.
Segundo relatos havia um Esquadrilha de IA-58 Pucaras de nossos aliados (na operação) do Equador a caminho de um alvo (virtual) para ataca-lo, o piloto do F-16 foi seco neles mas distraído não percebeu que havia um Xavante nas suas 6 horas, sendo assim o piloto do Xavante disparou suas metralhadoras abatendo o F-16!

AT-26 XAVANTE

Os Xavantes entraram em operação em 1972 e continuaram em produção até 1981, sendo o primeiro avião a reação construído em série no Brasil. A Embraer construiu 166 aeronaves para a Força Aérea Brasileira, sendo as demais exportadas para o Togo (6 unidades) e o Paraguai (10 unidades). Onze aeronaves usadas foram doadas para a Marinha da Argentina depois da Guerra das Malvinas para repor as perdas desta força no conflito.