O governo federal irá enviar agentes da Força Nacional de Segurança e tropas das Forças Armadas para o Espírito Santo.

Atendendo a pedido do governador do Espírito Santo, o governo federal autorizou o emprego das Forças Armadas para ajudar no policiamento das ruas do Estado, cuja população enfrenta graves problemas de segurança desde a última sexta-feira, 3, com o início da paralisação dos trabalhos pela Polícia Militar local.

 

O secretário de Segurança Pública do Espírito Santo, André Garcia disse à Rádio Estadão. A criminalidade, incluído o número de homicídios, aumentou com a falta de policiamento nos últimos dias, afirmou o secretário, mas ainda não há levantamentos oficiais da quantidade de crimes e da real situação do Estado. “Certamente nós tivemos incremento da criminalidade, o número de homicídios aumentou. Com movimentos como esse, os resultados, depois de sete anos seguidos com redução de crimes letais e intencionais, ficam prejudicados para 2017”, disse

Agora, o presidente Michel Temer precisa publicar o decreto para a entrada da Forças Armadas no Espírito Santo

Enquanto isso, o ministério já planeja a ação. A divulgação de mais detalhes sobre a chegada do Exército depende da área em que as tropas vão atuar – se será somente na região metropolitana ou em outras cidades.