DEFESANET – Em negociações mantidas em sigilo, entre o Brasil e a Suécia, está acertada a vinda de 3 ou 4 aeronaves de caça Gripen (2 C e 2 D) para o Brasil no período das Olimpíadas Rio2016 ou talvez posterior.

Qual os objetivos deste tour de quatro aeronaves Gripen ao Brasil no período da Olímpiada. Dependendo de detalhes poderá ser adiado ao correr do segundo semestre.

Primeiro provar que o Gripen pode cruzar o Atlântico. A primeira e única vez, que estiveram na América do Sul, vieram parcialmente desmontados em navio, sendo montados na Base Aérea de Santa Cruz.

Mostrar presença da SAAB e do governo Sueco no Brasil, e,

Dar um gostinho aos pilotos brasileiros e ter a possibilidade de um acordo de leasing dos suecos com o Brasil.

As aeronaves Gripen operarão nas Bases Aéreas de Anápolis e Santa Cruz, por um período de 20 dias.

Com a palavra o Comandante da Aeronáutica Tenente-Brigadeiro-do-Ar Rossato e sua capacidade de conseguir recursos para a anêmica Aviação de Caça da Força Aérea Brasileira

 

FONTE: DefesaNet