AMX

A Força Aérea Italiana deslocou quatro caças AMX para o aeroporto de Trapani na Sicília devido a preocupações com a situação na Líbia.

Quatro aviões AMX da Força Aérea italiana foram deslocados no dia 14 para a base de Trapani Birgi e servirão como ‘back up’ para um drone Predator que ali opera.

O Estado-Maior da Defesa disse que isso nada mais é do que “parte dos acordos destinados a garantir a segurança dos interesses italianos no Mediterrâneo Central, aumentando a capacidade de monitorar informações.

A decisão de empregar estes caças que tem no reconhecimento a sua pricipal missão é o resultado de desenvolvimentos recentes nos países do Norte da África e da consequente deterioração da situação de segurança.

AMX-3

 

Os relatórios são alarmantes, revelando a influência do Estado Islâmico nos recentes ataques das milícias aos poços de petróleo no Leste do país e as ameaças à Itália pela Al-Qaeda. Além disso, quatro técnicos italianos estão nas mãos de seqüestradores desde julho de 2015.

Em 2011, aviões AMX usaram a base de Trapani para bombardear as forças de Khadafi, mas desta vez, fontes militares disseram que os AMX não estão para bombardeio, mas para reconhecimento. Ele servirá como uma medida de precaução em apoio a uma aeronave Predator que supervisiona o Mediterrâneo central. Mas o Ghibli (como é conhecido o AMX italianos) é muito mais rápido e capaz de proporcionar uma melhor resposta se necessário for na projeção de força.

Fonte :CAVOK