As guerras mais bizarras da história

Conheça algumas das guerras mais bizarras da história

Já tivemos centenas de guerra pela historia da humanidade, mas algumas delas são bem “Bizarras” e sem noção. conheçam as guerras mais bizarras da história.

Muitas dessas guerras são totalmente bizarras, algumas delas começaram por causa de animais, ou até mesmo contra eles.


O substantivo “guerra” deriva do vocábulo do frâncico werra, que significa “peleja”.

Vejam: 10 Imagens que vão restaurar a sua fé na humanidade mesmo em tempos de Guerra

Lijar x França

1

Em 1883, os cidadãos de Lijar, uma pequena vila no sul da Espanha, ficaram furiosos quando souberam que o rei espanhol Alfonso XII, enquanto visitava Paris, foi insultado e até atacado por parisienses. Em resposta, o prefeito da vila, Dom Miguel Garcia Saez, e todos os 300 habitantes de Lijar declararam guerra contra a França, em 14 de outubro.

Nenhum tiro foi dado e nenhuma morte aconteceu durante o confronto. Mesmo com esse clima de paz, o prefeito Saez foi aclamado como o “Terror das Sierras”, por sua coragem.

Noventa e três anos depois, em 1976, o rei espanhol Juan-Carlos fez uma viajem à Paris, durante a qual foi bem tratado pelos habitantes da capital. Em 1981, o prefeito de Lijar comentou que “levando-se em conta a excelente atitude dos franceses”, eles iriam cessar as hostilidades e o fogo contra o país.

Duração da guerra: 93 anos
Mortos: nenhum

A Guerra do Cão perdido

A guerra do cão perdido

Em 1925, a Grécia e a Bulgária não eram amigas. Elas já haviam lutado uma contra a outra na Primeira Guerra Mundial e as feridas não estavam fechadas. Tensões estavam sempre em alta na fronteira, especialmente na área chamada de Petrich.


O ponto máximo ocorreu em 22 de outubro de 1925, quando um soldado grego correu atrás do seu cachorro fugido e foi morto por um tiro de um patrulha búlgara. A Grécia clamou por retaliação e invadiu Petrich no dia seguinte.

A área foi dominada em pouco tempo, mas as Forças Aliadas entraram no jogo e obrigaram a Grécia a sair da região e ainda pagar indenizações para a Bulgária. Dez dias depois eles foram embora, e pagaram 120 mil reais para o inimigo.

Duração da guerra: 10 dias
Mortos: 52 mortos

A Guerra de Aroostook

A guerra de Aroostook

Essa guerra foi travada entre os Estados Unidos e a Inglaterra na região de Maine, ao norte dos EUA. Após a guerra de 1812, as forças britânicas ocuparam a maior parte dessa região e declararam-na território inglês. No inverno de 1838, lenhadores americanos cortaram madeira nessa área, provocando a ira dos colonizadores, que moveram as tropas. Tropas americanas também foram deslocadas, tornando o clima de guerra iminente.

Por quase um ano as tropas ficaram a postos, sem que os governos decidissem algo. No final, a Inglaterra optou por devolver sua parte de Maine e as tropas americanas foram recuadas.

Apesar de ter acontecido sem combate militar, a guerra de Aroostoock teve centenas de mortes por conta de doenças e acidentes.

Duração da guerra: 11 meses
Mortos: 550 mortos

A Guerra do Barril de Carvalho

A guerra do barril de carvalho

Essa começou em 1325, na Itália, quando uma rivalidade entre os estados independentes de Modena e Bologna foi a loucura por uma coisa um tanto inusitada: um barril de carvalho.

O problema começou quando uma tropa de soldados de Modena entrou em Bologna e roubou um grande barril de carvalho. Para garantir o orgulho e o barril, a cidade declarou guerra contra a outra. E o confronto durou doze anos, sem que o barril fosse recuperado. Até hoje, o artefato está na torre do sino de Modena.

Duração da guerra: 12 anos
Mortos: desconhecidas

Guerra dos 335 anos

A guerra do porco

Essa guerra foi travada entre a Holanda e as Ilhas Scilly, localizadas perto da costa da Inglaterra. Ela começou em 1651, mas como muitas guerras da época, não foi levada muito a sério e logo foi esquecida. Três séculos se passaram até que os dois países finalmente concordassem em assinar trégua, em 1986, tornado essa a guerra mais longa da história.

Duração da guerra: 335 anos
Mortos: nenhum

A Guerra do porco

A guerra do porco

Outra guerra entre americanos e ingleses. A guerra do porco começou quando um membro da infantaria britânica atirou em um porco que andava no território americano. A milícia local respondeu se concentrando na fronteira e aguardado o movimento inglês.

Eventualmente, o exército da Inglaterra pediu desculpas e a iminência de guerra cessou.

Duração da guerra: 4 meses
Mortos: um porco

A Guerra do Futebol

A guerra do futebol

Algumas guerras começam com um ataque surpresa, outras com um massacre, mas essa foi com um jogo de futebol entre El Salvador e Honduras, em 1969. O primeiro perdeu o jogo e as tensões subiram, até que em 14 de junho o exército do país fez um ataque em Honduras. Surpresos pela violência súbita, a Otan organizou um cessar fogo efetivo no dia 20 de junho, apenas 100 horas após os primeiros tiros. Bem que dizem que futebol é coisa séria.

Duração da guerra: 4 dias
Mortos: 3 mil mortos

Guerra Moldávia-Transnistria

Guerra Moldávia-Transnistria

Essa guerra começou logo depois do fim da União Soviética, quando o antigo bloco da Moldávia experimentou uma crise. Dois terços do país queriam uma relação maior com a Romênia, mas a outra queria com a Rússia. Como resultado, uma guerra começou.

Mas o que a torna muito estranha é o fato de que os homens que estavam lutando na guerra se juntavam em território neutro, durante a noite, para conversar e beber. Os soldados até faziam pactos de não atirar um no outro caso se vissem durante o conflito.

E isso acontecia quase todas as noites. Um dos soldados escreveu em seu diário: “A guerra é como uma festa bizarra, durante o dia nós matamos o inimigo, e a noite bebemos com ele. Que coisa estranha é a guerra”.

Duração da guerra: 4 meses
Mortos: 1.300 mortos

A Guerra do Emu

A guerra do emu

Essa é talvez uma das Guerras mais bizarras de todos os tempos, na qual um dos lados envolvidos não era humano, mas sim uma Ave.

Em 1932, a população das aves emu, na Austrália, estava crescendo fora de controle, com quase 20 mil dos animais correndo pelo deserto e causando danos às plantações. Em resposta, o exército australiano enviou um contingente de soldados armados com metralhadoras para matar os emus – e até declararam guerra.

O conflito começou no meio de novembro, e o que parecia fácil se mostrou complicado: os emus eram muito resistentes e mesmo após vários tiros, eles continuavam correndo.

A guerra emu durou quase uma semana, até que o major Meredith, comandante da força tarefa, desistiu devido à baixa efetividade.

Duração da guerra: 7 dias
Mortos: 2.500 emus mortos

INFORMAÇÕES: ListVerse

Clique para classificar este post!
[Total: 0 Média: 0]

Deixe um comentário