Artigos

Eva Braun De Amante a Esposa de Adolf Hitler

0
Eva Braun De Amante a Esposa de Adolf Hitler
Eva Braun De Amante a Esposa de Adolf Hitler

Conheça a história de Eva Braun, a esposa de Adolf Hitler

Eva Braun é certamente uma das mulheres mais enigmáticas da história. Afinal, ele era apaixonada por ninguém mais e ninguém menos do que Adolf Hitler. O que levaria uma mulher a admirar a figura mais amedrontadora dos últimos séculos?

Obcecada pelo líder da Alemanha nazista, Eva se submeteu a uma relação secreta por 14 anos, e apenas se tornou esposa de Hitler quando já estava prestes a morrer.

Veja: Wilhelm Keitel – O lacaio de Hitler

Bela, intrigante e obediente. Essas eram as 3 primeiras impressões que todos tinham em relação a Eva. Mas ela escondia algo a mais, uma ruína interior! Apesar do longo período de relacionamento, Hitler nunca reconheceu Eva Braun como sua esposa, e muito menos a apresentou para o público. Apenas os amigos íntimos de Hitler possuíam conhecimento sobre esse romance secreto e cheio de sombras.

Uma foto inédita mostra Eva Braun e Adolf Hitler. (LIFE.com)

Uma foto inédita mostra Eva Braun e Adolf Hitler. (LIFE.com)

Apesar de todos enxergarem apenas um rosto lindo, esta mulher escondia tendências autodestrutivas, que foram se agravando cada vez mais. O que havia de tão errado com Eva Braun? Seria o peso de ter se apaixonado pelo homem mais perigoso da história? O fardo de amar um genocida?

Veja: Erich Hartmann – O maior piloto da história

Eva Braun e Adolf Hitler: Quais eram seus segredos sombrios?

Eva Braun em Berghof

Esta foto foi tirada em 1942, em Berghof, a residência de Adolf Hitler em Obersalzberg, nos Alpes Bávaros, na Alemanha.

O Fuhrer tomava inúmeros cuidados para esconder seu segredo. Quando estavam juntos e recebiam visitas de oficiais, Adolf fazia de tudo para escondê-la, e a trancou inúmeras vezes para que ficasse invisível em seu aposento, até que todos fossem embora. Essa informação foi adquirida diretamente de Heinz Linge, que era o camareiro oficial (Mordomo) de Hitler.

Veja: StG 44 – O pai de todos os fuzis de assalto

O ditador alemão alegava a Eva Braun que não poderia assumir o relacionamento, pois temia causar uma terrível desilusão à todas as mulheres alemãs que declararam amor a ele. Mas no fundo era uma questão política, pois um ditador como Hitler estaria expondo um ponto fraco, ao revelar seu ‘’romance’’, levando-se em conta o ponto de vista dos Nazistas Alemães e a falsa imagem ”imbatível” que o Fuhrer tentava construir para seu povo.

Veja: Johann Georg Elser – O homem que quase matou Hitler

Outro fato notório do período, é que milhares de mulheres se declararam para Adolf, havia um forte culto e admiração a ele, apesar do descontentamento de alguns alemães. Por mais que seja absurdo sobre o ponto de vista racional, o fato é que ditadores costumam ter muitos admiradores, por conta da ‘’lavagem cerebral’’ que costumam instaurar.

Como Eva conheceu Hitler?

Eva e Hitler

Eva e Hitler

Eva era secretária do fotógrafo oficial de Adolf Hitler. O fotógrafo se chamava Heinrich Hoffman. O pai de Eva Braun era de origem burguesa, ocupava o cargo de alto funcionário na administração escolar da região de Monique. Ele nunca aprovou o romance de sua filha com o Ditador.

Mas nada pôde ser feito, a senhora Braun estava loucamente obcecada por Adolf. O amor que carregava era tão doentio que ela tentou matar Hitler duas vezes por estar com ciúmes.

Por quê Eva Braun tentou matar Hitler?

"<yoastmark

Ela tentou matar Hitler, mas não foi por raiva ou por retaliação às crueldades de Hitler. Ela fez tudo isso por amor e ciúmes. Há relatos de que ela sofria muito por não poder acompanhar o Fuhrer durante os eventos oficiais, ela sonhava em ter um relacionamento oficial.

Qual foi o fim do relacionamento entre Hitler e Eva Braun?

O relacionamento polêmico teve seu rumo desviado em 15 de abril do ano de 1945, quando Eva se escondeu no Bunker de Hitler. Portanto ela nunca mais saiu de lá. Pouco antes de morrer, Eva assinou o livro que oficializou o casamento com o líder nazista. E ela teria dito ao seu criado ‘’Finalmente você será obrigado a me chamar de senhora Hitler’’. 

Veja: A suástica nazista – Frente a frente com a história

Mas tudo isso ocorreu momentos antes de sua morte. Pouco tempo depois Eva ingeriu cápsulas de Cianeto e Adolf se matou com uma arma, atirando contra sua própria têmpora. Eva Braun tinha 33 anos no momento de sua morte. Portanto o fim deste relacionamento foi tão conturbado quanto a trágica realidade que Adolf construiu aos arredores do mundo.

Fotos: Life.com

Clique para classificar este post!
[Total: 4 Média: 5]
felipeblazerz
Redator há mais de 3 anos. Felipe é amante da filosofia e da geopolítica.

    A tragédia do Submarino Kursk

    Artigo anterior

    Filmes sobre a Primeira Guerra Mundial que você precisa assistir

    Próximo artigo

    Comentários

    Os comentários estão fechados.

    Mais Artigos