A Força Aérea dos Estados Unidos confirmou nesta sexta-feira a suspensão de 14 militares de uma instalação de armas nucleares no estado do Wyoming após uma investigação que revelou o uso sistêmico de cocaína e outras drogas ilícitas.

3747685

Segundo as autoridades, o caso aconteceu na base de Warren, no Condado de Laramie. A força de segurança local compreende 1.300 homens, incluindo aqueles responsáveis por patrulhar as áreas dos arsenais e responder rapidamente em caso de emergências. A investigação foi anunciada pelo general Robin Rand, chefe do Comando de Ataque Global da Força Aérea, responsável por todos os mísseis nucleares do país. Embora ele não tenha falado abertamente sobre os tipos de drogas que estariam sendo utilizadas pelos militares da base, fontes ligadas ao caso garantiram à Associated Press que a cocaína seria uma delas. 

“É muito importante para mim o fato de que chegamos ao fundo dessa questão. Nós temos uma confiança especial entre a nossa nação e o nosso público na missão do Comando de Ataque Global da Força Aérea”, afirmou Rand.  

FONTE : SPUTNIK