Aviões sobrevoam Ancara e tanques vigiam aeroporto de Istambul.

000_d89qq

 

Segundo a Reuters, as Forças Armadas turcas afirmaram, em um comunicado, que os militares tomaram o poder “em prol da ordem democrática” e que os direitos humanos vão permanecer. O comunicado afirma ainda que todas as relações exteriores existentes vão continuar e que o respeito às leis deve ser prioridade.

A CNN turca afirma que o presidente Tayyip Erdogan está a salvo. A emissora diz ainda que reféns foram tomados em quartéis militares de Ancara. Segundo a agência estatal Anadolu, o chefe das Forças Armadas está entre os reféns.

Um piloto disse à agência Reuters que todos os voos foram cancelados no Aeroporto Ataturk, o principal de Istambul e do país.

 Aviões e helicópteros militares estão sobrevoando a capital, afirma a AFP. Testemunhas relataram à agência Reuters que houve um tiroteio na cidade. Segundo o jornal turco “Hurriyet”, a polícia de Ancara convocou todo o pessoal em serviço.

Em Istambul, forças de segurança fecharam parcialmente as pontes do estreito de Bósforo. As duas pontes foram fechadas pela divisão do exército turco encarregada da segurança interna. A NTV mostrou também imagens de tanques na entrada do aeroporto de Istambul.