Conheçam a historia do Maj. Av. Gibson, que passou a ser conhecido como “Gugu Cheira Cano”, no dia em que os Brasileiros perderam a noção na Segunda Guerra

No fim do ano de 1944 tropas alemãs estavam conseguindo abrir o cerco feito pelos aliados no norte da Itália. Perto de lá [uns 50 km] estava a cidade de Pisa, onde estava concentrado a nossa FAB.Como os alemães estavam conseguindo avançar, foi dado a ordem para destruir todo e qualquer material que não pudesse ser levado e aviões que não pudessem decolar, de modo que estes não fossem tomados pelos alemães.

Foram distribuídos aos soldados, sargentos e oficiais do 1° GAvCa [FAB] metralhadoras Thompson, fuzis M1 e considerável quantidade de munição. Felizmente, os aliados conseguiram reforçar a brecha e forçar os alemães de volta às suas posições de origem.

Vejam: O Dia em que um Brasileiro incendiou uma base americana

Virada de ano em Pisa, tudo tranquilo. Eis que um infeliz brasileiro tem a ideia de comemorar o ano novo de maneira bem doida. TIROTEIO, lá estavam mais de uma dezena de brasileiros atirando para cima descontroladamente. A italianada [Como diz um veterano conhecido rsrs ] ficaram com medo achando que eram os alemães invadindo a cidade.
Foi chamado um major que passou então a cheirar, um a um, os canos dos fuzis M-1, identificando através do cheiro de pólvora os autores dos disparos daquela noite.

O resultado de tal operação, além da prisão de diversos elementos do grupo, foi o novo apelido pelo qual o Maj. Av. Gibson passou a ser conhecido: “Gugu Cheira Cano”.

Vejam: O Brasileiro que se passou por General na França

8 COMMENTS