ArmasArtigos

O que é o HIMARS?

0
O que é o HIMARS?
O que é o HIMARS?

Conheça o que é o HIMARS, o prinicpal equipamento da Ucrânia

HIMARS é o principal equipamento bélico da Ucrânia neste momento, é um armamento americano de alto poder destrutivo, e está fazendo uma diferença enorme na guerra entre Ucrânia e Rússia. Venha entender o motivo do High Mobility Artilery Rocket System ser tão temido!

HIMARS significa High Mobility Artilery Rockest System, ele é um lançador múltiplo de mísseis dos EUA (Estados Unidos da América), e pode ser carregado por caminhões. O sistema dele carrega 6 foguetes ou 1 míssil MGM-140 ATACMS, sendo bem versátil e poderoso. Ele também pode ser usado com MLRS 2M270A1, levando metade da quantidade de foguetes.

Himars

Himars

O HIMARS possui cerca de 16.000 kg, e possui 7 metros de comprimento, o que o torna um armamento pesado, mas ainda assim de fácil mobilidade através de veículos de carga e transporte.

M142 HIMARS

O M142 HIMARS foi desenvolvido em 1990 pelo exército americano, e foi montado com uma estrutura compatível com os caminhões do exército americano.

Ele também pode ser transportado por aviões Lockheed C-130 Hercules, facilitando a locomoção.

O chassi deste armamento foi produzido pela BAE systems Mobility, e hoje passou a ser fabricado pela Lockheed Martin Missiles and Fire Control, localizado em Camden no Arkansas.

Porque o HIMARS é tão temido?

Apesar de ter sido fabricado em 1990, ele possui alta tecnologia e precisão, fazendo com que as tropas possam atingir alvos de até 80 km de distância com precisão e facilidade. Ele comporta mísseis de alta destruição, sendo um armamento tático com grande importância para atingir alvos estratégicos. Há modelos mais recentes que conseguem atingir distâncias superiores a 80 km, e supostamente os Estados Unidos chegaram a enviar HIMARS aprimorados para o exército Ucraniano, o que pode gerar uma enorme diferença no poder bélico da Ucrânia, visto que equipamentos americanos de alta destruição são o ápice do que há no mundo militar.

Como a Ucrânia está utilizando o armamento?

Até o momento, a Ucrânia está focando a utilização deste poderoso equipamento nos ataques contra pontos estratégicos, principalmente em depósitos de armamentos russos. Por conta da altíssima precisão, é muito difícil interceptar os ataques, criando alguns pontos de vantagens para os Ucrânianos, já que os USA são a referência número 1 em produção de armamentos pesados.

Há relatos de que alguns sistemas de lançamento de foguetes HIMARS foram destruídos pelos russos, mas ainda não há dados concretos sobre os relatos. Além disso, mesmo que de fato tenham sido destruídos, os Estados Unidos já anunciaram que enviaram ainda mais lançadores HIMARS para o exército Ucrãniano. Zelensky já estava pedindo por esses equipamentos há alguns meses, levando-se em conta que possuem um grande papel na defesa e ofensiva Ucraniana.

O que acontecerá com a Ucrânia após está dura guerra contra os russos?

Uso contra o Iraque e diversos outros países

O M142 também foi utilizado pelos americanos dentro do Iraque. Mais de 400 foguetes foram lançados contra o Estado Islâmico em 2015. E em 2016 o equipamento foi utilizado dentro do território da Síria, ajudando os rebeldes contra o governo.

O equipamento também foi implantado na Turquia por uma questão de domínio estratégico das regiões vizinhas, levando-se em conta que os turcos são aliados dos americanos. 

E agora o HIMARS está sendo empregado contra os russos, através dos ucranianos.

Já se contabilizam mais de 40 mortes no exército russo em decorrência dos ataques de HIMARS, e o número tende a crescer levando-se em conta o número de lançadores enviados à Ucrânia.

Com tantas informações, a pergunta que fica é: Qual é o atual potencial do exército Ucrâniano?

 

Clique para classificar este post!
[Total: 1 Média: 5]
felipeblazerz
Redator há mais de 3 anos. Felipe é amante da filosofia e da geopolítica.

    Benito Mussolini: a trajetória política do ditador italiano

    Artigo anterior

    Japão VS China: Entenda o maior medo dos Japoneses

    Próximo artigo

    Comentários

    Os comentários estão fechados.

    Mais Armas