Curiosidades Militares

Operação Cartago: uma falha da RAF que resultou na morte de dezenas de crianças

0
Bombardeiros Mosquito sobrevoando Copenhague a nível de telhado

Uma falha resultou na morte de mais de 80 crianças durante a Operação Cartago, deflagrada pela RAF, na Segunda Guerra Mundial

O expansionismo alemão durante a Segunda Guerra Mundial resultou em inúmeras células de órgãos nazistas dentro dos territórios ocupados, um desses órgãos era a Gestapo. Na Dinamarca, assim como em diversos outros países ocupados, a polícia secreta da Alemanha Nazista se estabeleceu e realizou as mais diversas atrocidades, isso até a concretização da Operação Cartago.

Com diversos membros da resistência armada dinamarquesa feitos prisioneiros e torturados no prédio que sediou a Gestapo em território dinamarquês, em Copenhague, o grupo contrário a invasão alemã solicitou por diversas vezes que os britânicos realizassem um ataque ao local, o que de início foi recusado por conta da localização do edifício, da necessidade de um ataque da baixa altitude e do grande número de civis que rodeavam o local.

Apesar da recusa, a resistência dinamarquesa insistiu firmemente até que, no início de 1945, a Real Air Force (RAF) acatou o pedido e passou a formular um plano para o bombardeio do Shellhuset, prédio que abrigava o quartel general da Gestapo.

Após acatar o pedido, a força aérea precisou de algumas semanas para realizar todo o planejamento da missão e, para isso, utilizaram até mesmo maquetes do prédio e da cidade para a instrução de pilotos e navegadores para o ataque, que seria realmente perigoso por conta da altitude exigida.

É deflagrada a Operação Cartago

Bombardeiros Mosquito sobrevoando Copenhague a nível de telhado

Bombardeiros Mosquito sobrevoando Copenhague a nível de telhado

O ataque foi concretizado por caças-bombardeiros de Havilland DH.98 Mosquito, que voaram divididos em três ondas de ataque com seis aviões cada, além de dois Mosquito B.IV pertencentes a Unidade de Produção de Filmes, a fim de registrar imagens dos resultados do ataque, e outros trinta caças Mustang P51, que deram a cobertura necessária para evitar que os bombardeiros pudessem acabar se tornando alvos de caças alemães e também investiram contra armas antiaéreas presentes na cidade.

Veja também:Os melhores caças de guerra do mundo

A equipe partiu rumo a Copenhague no dia 21 de março de 1945, pela parte da manhã, chegando na cidade pouco depois das 11h da manhã, quando o ataque a nível dos telhados foi, então, iniciado.

Prédio da Gestapo em chamas após bombardeio da Operação Cartago

Prédio da Gestapo em chamas após bombardeio da Operação Cartago

No decorrer da operação, após iniciarem os ataques ao prédio da Gestapo, um dos Mosquitos acabou por atingir um poste, perdendo a cauda e, consequentemente, perdendo a estabilidade, resultando em uma colisão contra a Escola Joana d’Arc, uma escola católica romana dedicada ao ensino de meninas e liderado por freiras, longe cerca de 1,5 quilômetros do alvo original.

Com a queda da aeronave, logo um incêndio se iniciou no prédio, fazendo com que a fumaça caussse confusão em vários aviões da segunda e terceira ondas de ataques, que acabaram bombardeando a escola acreditando ser este o alvo original.

Veja também: Operação Overlord – O desembarque na Normandia – Dia D

Resultado trágico

Socorristas prestam socorro às vitimas na Escola Joana d'Arc

Socorristas prestam socorro às vitimas na Escola Joana d’Arc

No dia seguinte ao ataque, um avião de reconhecimento da RAF sobrevoou o local para examinar o alvo e avaliar os efeitos da operação. Apesar da confusão e da tragédia resultante do erro, o objetivo principal da missão foi cumprido e, com a ala oeste quase ao nível do solo, o prédio de seis andares que abrigava a Gestapo havia sido destruído.

Entre os ocupantes do Shellhuset foram contabilizadas as mortes de 55 soldados alemães, 47 dinamarqueses que prestavam serviços à Gestapo e oito prisioneiros membros da resistência. Além disso, a operação também resultou na fuga de 18 prisioneiros e pôs um fim nas operações da polícia secreta alemã no território da Dinamarca.

Para os britânicos o prejuízo ficou em quatro bombardeiros, dois Mustang P51 e nove aviadores. No entanto, a destruição não se resumiu apenas aos prejuízos dos alemães e dos britânicos. A confusão que resultou no bombardeio da Escola Joana d’Arc culminou na morte de 86 crianças e 19 adultos, além de deixar outras 67 crianças e 35 adultos feridos.

O filme “O Bombardeio” é sobre a Operação Cartago

A Netflix lançou um filme de guerra sobre a Operação Cartago, o longa estreou em março de 2022, sendo um sucesso na plataforma de streaming.

Info: SLD

Clique para classificar este post!
[Total: 3 Média: 5]
Higor Mendes
Redator com cinco anos de experiência, apaixonado por história da Segunda Guerra Mundial, política, futebol e curiosidades em geral.

    Papa deseja ver Putin: Francisco pode fazer algo?

    Artigo anterior

    Imbel IA2: O fuzil adotado pelo Exército Brasileiro

    Próximo artigo

    Comentários

    Os comentários estão fechados.