ArtigosCuriosidades

Schutzstaffel SS – A tropa de elite dos Nazistas

0
SS Schutzstaffel

Conheça a Schutzstaffel (SS), a tropa de elite dos nazistas

Inicialmente, a SS nazista surgiu como um pequeno grupo que tinha o dever de proteger o alto escalão do partido nazista não somente durante a guerra, mas também durante discursos e comícios, foi somente dois anos após seu nascimento, como SA, que a Schutzstaffel tornou-se a tropa de elite pessoal de Adolf Hitler, em 1925.

Sua constituição era de pessoas altamente qualificadas e que tinham a chamada “pureza ariana”, além de uma fidelidade única para com o Nazismo, tanto que seu lema era “minha honra é a lealdade”. Embora tenha começado como uma pequena unidade militar, depois de algum tempo ela se tornou um fundamental componente do exército nazista e tinha uma enorme influencia sobre o III Reich.SS Schutzstaffel 


Para entender melhor Tropa de elite dos Nazistas e sua formação, é importante conhecer de onde ela se originou: a SA, chamada de Sturmabteilung. A SA era um grupo semi-independente que praticava atrocidades contra os inimigos do Partido Nazista, sem falar ainda que, por causa dessa semi-independência, ela ameaça a chefia de Hitler, já que ele não tinha controle sobre ela. Por isso, Hitler começou a substitui-la aos poucos pela SS, mas, até 1929, ele só havia conseguido implantar um batalhão da Schutzstaffel (SS) de apenas 280 pessoas na SA.

Relógio Militar Delta com FRETE GRÁTIS (Clique na imagem acima). 6x s/juros!

Mas foi justamente no começo de 1929 que tudo começou a mudar, quando Heinrich Himmler foi nomeado como líder da Schutzstaffel (SS). O novo comandante então adotou práticas baseadas nos Cavaleiros Templários que fez com que, apenas quatro anos depois, o pequeno batalhão de 280 soldados tivesse cerca de 200 000 combatentes, mas não pense que a SS parou de crescer, muito pelo contrário: durante a Segunda Guerra, ela já possuía pouco mais de 1 milhão de soldados.

SS Schutzstaffel Logo

Foi justamente em 1939, poucos antes do início da Guerra, que a SS tornou-se a Waffen SS, uma unidade militar que tinha autonomia total perante o exército alemão principal, tanto que, com o passar do tempo, absorveu a Gestapo – a polícia secreta nazista – o órgão controlador das polícias, e o serviço de inteligência. E é a partir daí que a SS tem poder suficiente para reprimir e exterminar as minorias contrárias opostas ao Nazismo, sem falar que isso garantia o autoritarismo de Hitler.

Paralelamente a isso, a SS também ganhou controle sobre os terríveis campos de concentração e também dos campos de extermínio, sendo que foi seu comandante, Heinrich Himmler quem criou esse inferno na Terra. Durante a Guerra, a Schutzstaffel possuía um braço dedicado somente ao assassinato de civis das minorias étnicas que eram consideradas uma resistência ao nazismo.

Mas em 1945, perto do fim da Guerra, Himmler foi acusado de traição e por causa disso foi destituído do cargo de comandante e substituído por outro que também seria acusado de traidor. Depois disso, a Guerra acabou e a SS, juntamente de Himmler e de muitos outros integrantes do nazismo foram condenados por crimes contra a humanidade no Tribunal de Nuremberg.

MATERIAL: MINILUA

Compartilhe este artigo com seus familiares e amigos e discuta sobre o assunto!

Lane Mello
Fundador e Editor da Fatos Militares. Jovem mineiro, apaixonado por História, futebol e Games, Dedica seu tempo livre para fazer matérias ao site.

[Vídeo]Confronto entre Exército Iraquiano e Estado Islâmico na retomada da cidade de Ramadi no Iraque

Previous article

Brasil foi terceiro maior comprador de armas em 2014, diz relatório

Next article

You may also like

Comments

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

More in Artigos