Durante a Segunda Guerra Mundial, submarinos desempenharam um papel fundamental de estratégia para a Alemanha. Conheçam os dois últimos submarinos alemães a se renderem na WW2

Uma das razões para que a Alemanha dependia tanto dos submarinos foi por causa do Tratado de Versalhes. Os termos do tratado diz que eles só eram autorizados a ter seis navios de guerra de ate 10.000 toneladas cada, seis cruzadores e 12 destroyers. Como os submarinos não foram “especificamente mencionados no tratado”, estes se tornaram maneira de ganhar uma pequena vantagem no mar da Alemanha.

Os U-boats geralmente levava uma arma na plataforma, além de seus torpedos. Essa arma poderia ser usado na superfície, mas foi seus torpedos que dominaram a guerra submarina, sendo a principal razão pela qual eles foram tão temido pelos inimigos da Alemanha nazista.

Até o próprio Winston Churchill admitiu que o alemão U-boat foi a única coisa que ele temia. Os U-boats foram tão bem em sua missão de interromper as operações de transporte marítima dos aliadas. Foram quase 3000 navios afundados pelos submarinos, 2.845 eram navios mercantes. e cerca de 200 eram navios de guerra.

U-530

u-530a
O U-530 foi um os últimos submarinos alemães a se renderem na WWII




O U-530 foi um dos últimos submarinos alemães a se render no final da Segunda Guerra Mundial. O U-530 era do tipo IXC/40, e foi uma melhoria em relação aos modelos menores que tinham sido usados anteriormente.

Vejam: O dia em que Fragata da Marinha brasileira quase afundou submarino nuclear americano

O submarino tinha seis tubos de torpedo e levava 22 torpedos. Tendo também uma arma naval SK C/32 com 180 cartuchos de munição e uma arma anti-aérea.

Sua última viagem até a rendição

No final da guerra, U-530 foi instruído a se render pelo almirante Karl Dönitz, que estava no cargo de presidente após a morte de Hitler. A tripulação desafiou a ordem, e eles fizeram o seu caminho em direção a Argentina, onde eles se renderam em 10 de julho no Mar del Plata.

Ainda não se sabe por que o capitão tomou este curso de ação. Vários mistérios não resolvidos cercam a viagem final e entrega do submarino. A viagem para a Argentina levou dois meses a mais do que seria esperado e quando o U-530, finalmente chegou ao seu destino, não só fez a tripulação não carregam nenhuma identificação, mas a logo do submarino tinha desaparecido, e as arma da plataforma tinha sido descartada.

Isso, provocou rumores, incluindo uma sugestão de que o U-530 tinha levado Hitler e Eva Braun para algum local secreto. O submarino também foi acusado de afundar um cruzador brasileiro (como foi o U-977, que chegaria a Argentina um mês depois).

Na rendição, a tripulação do U-530 foi internado antes de serem mandados para a Alemanha, e o U-boat mais tarde foi afundado durante um treinamento americano.

U-977

u-977







 

O U-530 foi o penúltimo submarino Alemão a se render. Último submarino a se render foi o  U-977. Era do tipo V11C U-boat. Com cinco tubos de torpedos, podia trasporta 14 torpedos. Ele também carregava uma arma naval com 220 tiros.

Sua primeira viagem foi a uma tarefa perigos da Noruega para Bristol através de águas que foram fortemente defendidas pelos aliados.

Sua última viagem até a rendição

Com o fim da guerra já  previsto, o capitão do U-977 decidiu ir para a Argentina, em 17 de agosto de 1945. Esta ação pode ter sido motivada por rumores de que os soldados alemães estariam nos terríveis destino dos aliados. Alguns membros da tripulação eram casados e foi dada a opção de deixar o submarino.

Dezesseis dos tripulantes desembarcaram em Bergen, enquanto o resto continuaram para o sul. Segundo o capitão do submarino, o U-boat tinha viajado debaixo d’água por 66 dias durante esse viagem.

Após 99 dias no mar, o navio chegou a Mar del Plata, na costa argentina, onde eles se renderam à autoridades argentinas. Como o U-530, eles também foram acusados de envolvimento no naufrágio da Bahia, mas uma vez a tripulação foi internada e mais tarde e voltaram para a Alemanha.

No entanto, Segundo o testemunho da tripulação – que foram interrogados no desembarque – a história de que o submarino tinha viajado por 66 dias debaixo d’água e veridica. Parece que eles pararam brevemente em Cabo Verde e teve que continuar a viagem com apenas um motor. Tal como acontece com o U-530, rumores de essa viagem tenha levado os líderes nazistas, incluindo o próprio Führer, e uma carga de ouro para a América do Sul.

O submarino em si encontrou um destino similar do U-530. Ele foi afundado depois de ser apreendido pela Marinha dos Estados Unidos, sendo usado como prática de tiro para a formação de novas equipes submarinas.

Compartilhem com seus amigos, e mostrem para eles quais foram os últimos submarinos alemães a se renderem.