Artigos

A única cidade do continente americano bombardeada durante a Segunda Guerra Mundial

0

Foi numa noite de julho de 1943, na cidade de Boise, no coração dos Estados Unidos. O sono tranquilo dos moradores da pequena cidade americana foi interrompido por um bombardeio inimaginável.

Todos nós conhecemos as histórias das cidades que foram bombardeadas durante a Segunda Guerra Mundial. Eventos como a Batalha da Grã-Bretanha, bombardeio de Dresden ou o ataque dos B-29 americanos com bombas incendiárias que queimaram Tóquio e, claro, Pearl Harbor. Poucas pessoas sabem que até mesmo o continente americano sofreu um bombardeio durante a Segunda Guerra Mundial.

Foi numa noite calma do dia 5 de julho de 1943, na cidade de Boise, em Oklahoma, EUA. O sono tranquilo dos habitantes da pacata​ cidade de Boise logo foi interrompido por explosões torrenciais. Eles não deram muita atenção, talvez fossem apenas alguns fogos de artifício que sobraram da noite anterior, 4 de julho, data em que se comemora a independência​ dos EUA. Mas não eram fogos de artifício, Boise estava sendo bombardeada e a cidade inteira entrou em pânico.

Não era um bombardeio comum, a pequena cidade no coração dos Estados Unidos não estava sob ataque dos japoneses ou alemães, como eles temiam, mas da Força Aérea do Exército dos EUA. Acontece que um B-17 Flying Fortress estava realizando uma missão de prática de bombardeio noturno quando o navegador se perdeu. Eles tinham instruções para bombardear um terreno quadrado com luzes nas bordas. O navegador encontrou um terreno quadrado com luzes nos cantos, mas era a cidade de Boise e não o alvo da prática.

Os moradores ficaram bastante abalados após o incidente, mas ninguém se feriu e os danos nas propriedades foram inferiores a 25 dólares, porque os explosivos de prática de 100 libras foram preenchidos com cerca de 90 quilos de areia. A cidade de Boise pode olhar para trás e rir do bombardeio acidental, eles até convidaram os membros da tripulação para celebrar o 50º aniversário do município.

Clique para classificar este post!
[Total: 0 Média: 0]
Lane Mello
Fundador e Editor da Fatos Militares. Jovem mineiro, apaixonado por História, futebol e Games, Dedica seu tempo livre para fazer matérias ao site.

Por que combates aéreos ‘mortais’ se tornaram tão raros?

Artigo anterior

Marinha do Brasil fará inspeção técnica no HMS Ocean

Próximo artigo

Comentários

Os comentários estão fechados.

Mais Artigos