Exército Brasileiro demonstrou interesse em comprar, via FMS, oito unidades do helicóptero Bell AH-1W Super Cobra.

Esses AH-1W Super Cobra encontram-se guardados no deserto, em uma área conhecida como AMARG (Aircraft Maintenance and Regeneration Group) em Tucson (Arizona).

Plano de Obtenção de Capacidades Materiais do Plano Estratégico do Exército 2016-2019 já previa a criação de uma unidade de helicópteros de ataque, devido a instabilidade na fronteira norte, a aquisição desse material é imediata.


Os helicópteros estão em ótimos estado e ainda estão disponíveis para entrega.

A Oferta.

Um evento técnico realizado no final de janeiro nos Estados Unidos confirmou a oferta dos AH-1W Super Cobra ao Brasil, ao mesmo tempo em que acontece a desativação de unidades de asas rotativas do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos dentro das limitações EDA (Excess Defense Articles).

No momento, existem dezenas de exemplares estocados como EDA acessíveis para nações amigas autorizadas (o Brasil é uma delas) via FMS, envolvendo aí pacote logístico e de treinamento, acesso a armamento e disponibilidade de horas de voo por célula para uma operação garantida para além do ano de 2032.

Exste regras para a compra dessas aeronaves. como garantia de segurança sobre as tecnologias disponibilizadas, modernizações só poderão acontecer com o controle das configurações de armamento e as melhorias serão realizados por empresas habilitadas pelo Governo dos Estados Unidos da América, de acordo com o demanda do comprador.

Com a recente aquisição do HMS Ocean pela Marinha do Brasil, operações conjuntas no futuro, com os AH-1W Super Cobra do Exército poderão acontecer junto ao futuro nau-capitânea da Esquadra Brasileira.

AH-1W Super Cobra
Um AH-1W Super Cobra decolando de um Navio de assalto anfíbio

Sobre o AH-1W Super Cobra

O AH-1W Super Cobra é um helicóptero de ataque de dois motores baseado no AH-1 Cobra de um único-motor. O Super Cobra, é a espinha dorsal da frota de helicópteros de ataque do Corpo de Fuzileiros Navais dos Estados Unidos, entretanto, está sendo substituído pela próxima geração do helicóptero de ataque, o Bell AH-1Z Viper.

Fonte: Tecnodefesa

Avalie esta postagem


Assine nossa Newsletter

Mantemos os seus dados privados e os compartilhamos apenas com terceiros que tornam este serviço possível. Leia nossa política de privacidade.


DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here