ArtigosCuriosidades Militares

Poder Naval: Navios de Guerra da Marinha do Brasil

0
Poder Naval: Navios de Guerra da Marinha do Brasil
Poder Naval: Navios de Guerra da Marinha do Brasil

Conheça os navios de guerra da Marinha do Brasil

O Poder Naval Brasileiro ostenta a posição de primeiro lugar em toda a América do Sul, a Marinha do Brasil possui um poder bélico notável, e tem uma enorme importância no quesito estratégico de proteção da soberania nacional. Se formos considerar todas as Américas, nossa Marinha ocupa o segundo lugar em posição de poder militar, pois os Estados Unidos lideram tal posto.

Veja: Porta-aviões – Os Reis dos Mares

O Brasil conta com uma notável esquadra, há uma grande variedade de navios de guerra. A Marinha Brasileira possui Porta-helicópteros de multifunções, fragatas classe Greenhalgh, fragatas classe Niterói modernizadas, corvetas, navios de desembarque-doca, navios-tanque, navios de desembarque de veículos de combate, submarinos, navio-escola,  navio de transporte de tropas, navio-veleiro e navio de suporte submarino.

Marinha Brasileira

Vale lembrar que a Marinha também possui um efetivo de aviões de ataque, que embora não sejam tantos quanto a aeronáutica, ainda assim constituem um poder bélico aéreo muito poderoso. Entre eles estão: AF-1 (A-4 Skyhawk) e diversos helicópteros dos modelos Super Puma,, Bi-Turbina, Super Cougar, Seahawk, Super Lynx, Bell Jet Ranger, Esquilo.

Veja: Patentes Militares: Hierarquia militar do Brasil

Conforme os dados de 2021, está em serviço ao menos 90 Navios de Guerra da Marinha do Brasil. E entre eles há 1 que se destaca entre todos, garantindo o título de maior e mais poderoso navio de combate de toda a américa latina.

Poder Naval: O maior navio de guerra da América do Sul

O HMS Queen Elizabeth é um Navio de Assalto Anfíbio, que substituiu o HMS Ocean que era a nau capitânia da Marinha Real. Após a substituição, a Inglaterra vendeu o HMS Ocean para o Brasil em 2018 e passou a ser o mais poderoso de toda a marinha brasileira.

PHM Atlântico

É de grande importância que o Brasil possua uma unidade naval com capacidade de se defender sozinha e ainda transportar forças de desembarque. Graças ao seu tamanho, ele consegue transportar uma quantia maior de aviões, portanto oferece um sistema de defesa aprimorado.

Este poderoso Navio anfíbio possui 21.500 mil toneladas, e pode carregar mais de 800 fuzileiros equipados e armados até os dentes. O que garante um poder ofensivo enorme. O HMS Queen Elizabeth adquirido pela Inglaterra possui o dobro do peso do HMS Ocean, tendo 45.000 toneladas e carregando até 1500 fuzileiros. Mas ainda assim o HMS Ocean está fazendo toda a diferença no Brasil, pois até pouco tempo atrás era o Navio mais poderoso da Inglaterra, e hoje está sendo somado ao potencial marítimo brasileiro.

Veja: Os Melhores Filmes de Guerra da Netflix até a Amazon Prime

A princípio este navio pertencia à marinha britânica, mas após uma grande reforma, passou por uma venda muito polêmica, a qual fez ele se integrar à marinha brasileira.

Ele possui 4 canhões automáticos de 30 mm DS30M Mk 2, uma plataforma giro, controlada remotamente. 1 operador com um joystick que seleciona o alvo e aperta o gatinho. Ele pode mandar 200 projéteis de 30 mm de pura destruição atingindo alvos de uma distância de até 5 km.

Quais são os tipos de navios da Marinha do Brasil?

A marinha possui 3 categorias de navios, sendo eles: Meios Distritais, Meios de Esquadra e Meios de Pesquisa.

Meios da Esquadra

Esquadra da Marinha Do Brasil

O Grande Poder Naval – Navios de Guerra da Marinha do Brasil

A esquadra naval é composta por diversas embarcações de guerra, sendo separada em divisões. Nas esquadras a missão final e o tamanho definem as patentes dos seus respectivos comandantes.

Normalmente os navios pequenos são agrupados através de esquadrilhas e são comandados através de oficiais superiores. Enquanto os navios de grande porte são exclusivos para os Oficiais Generais.

Meios de Pesquisa

Os navios de pesquisa oceanográfica são voltados para coletas de dados ou materiais. Eles não possuem natureza essencialmente militar, embora possuam sua função no quesito militar. Eles podem ser utilizados em missões de reconhecimento, portanto possuem uma função satélite, podendo aumentar a segurança das regiões costeiras.

Veja: Poder Aéreo – Os melhores caças do mundo

Meios Distritais

São os navios utilizados para fornecer munições, combustível e alimentos. Possuem a importante função de oferecer suporte ao efetivo bélico, são essenciais durante guerras a longo prazo. Também são utilizados para resgates, reboques e patrulhas marítimas.

Navios de Guerra da Marinha do Brasil

Entre os Navios de Guerra da Marinha do Brasil (Meios de Esquadra) estão:

-Fragatas (Classe Niterói): F41;F42; F43; F44 e F45 – 

-Navio-Aeródromo Multipropósito: A140 –

-Corvetas (Classe Inhaúma):V32 – 

-Fragatas (Classe Greenhalgh): F49 – 

-Corvetas (Classe Barroso): V34 –

-Submarinos (Classe Tikuna): S34 – 

-Navio de Socorro Submarino: K120 – 

-Submarinos (Classe Tupi): S30 –S31; S32; S33 

-Navio de Desembarque de Carros de Combate: G25“

-Navio Doca Multipropósito: G40 – 

-Navio-Escola: U27 – 

-Navio Veleiro: U20 – 

-Navio Tanque: G23 – 

-Embarcação para Desembarque de Carga Geral: L20

Clique para classificar este post!
[Total: 2 Média: 5]
felipeblazerz
Redator há mais de 3 anos. Felipe é amante da filosofia e da geopolítica.

    Erich Hartmann – O maior piloto da história

    Artigo anterior

    Os melhores Jogos de Guerra para PC

    Próximo artigo

    Comentários

    Os comentários estão fechados.

    Mais Artigos