ArtigosCuriosidades Militares

Aníbal Barca: O Pesadelo de Roma

0
anibal barca
anibal barca

Quem foi Aníbal Barca? E porque ele era tão temido em Roma? Encontre a resposta sobre esta enigmática figura histórica e muito mais!

Aníbal Barca nasceu 247 anos antes de Cristo, ele foi um general estadista de Cartago, e é oficialmente um dos estrategistas mais talentosos de toda a história da humanidade.

Essa figura lendária teve uma história bastante conflituosa, durante a supremacia Romana na bacia mediterrânea, foi Aníbal Barca quem ousou fazer frente à poderosa Roma!

Anibal Barca: O Terror de Roma

Naquele período a República Cartaginesa, Siracusa, e Macedônia haviam sido superados pelo poder Romano. Mas o General Aníbal Barca executou um audacioso plano militar, lançando um exército fortalecido com 38 elefantes de guerra em direção ao norte da Itália. Ele travou uma batalha violenta contra os Romanos, e os derrubou, durante a campanha do Rio Trébia, Canas e Lago Trasimeno. Estes conflitos são tão importantes que até mesmo os exércitos atuais estudam sobre o conflito entre Aníbal e Roma.

Aníbal Barca Conquistou Roma?

Apesar da grande vitória deste general, ele não chegou a invadir Roma diretamente. Os motivos são debatidos até hoje pelos historiadores. E as suposições apontam para a falta de materiais e também motivações políticas, às quais uns afirmam que Aníbal não pretendia conquistar Roma, mas sim derrotá-los forçando a rendição dos mesmos.

Veja: Os melhores Jogos de Guerra para PC

Aníbal Barca manteve o exército Cartaginês na Itália por volta de 10 anos. Tempos depois precisou voltar para Cartago após a invasão da África por Cipião. E apesar das inúmeras vitórias, Barca sofreu uma derrota diante de Cipião na Batalha de Zama.

Roma VS Cartago

Após o fim do conflito entre Roma e Cartago, Aníbal passou a participar da pública cartaginesa. Desafiou as oligarquias e acabou entrando em grandes conflitos internos, onde os oligarcas tentaram derrubá-lo. O conflito obrigou Aníbal a se exilar em 190 anos antes de Cristo. Após este acontecimento, Barca entrou em guerra com Roma mais uma vez, durante a batalha do Eurimedonte, e desta vez o lendário general foi derrotado pelos romanos, sendo exilado mais uma vez, ele conseguiu refúgio na corte Prussiana. Os Romanos pressionaram a corte a entregar o general cartaginês, devido ao perigo que ele representava a toda Roma. Mas o general era ardiloso e impediu que os romanos conseguissem o que queriam, recorrendo a um ato de insanidade.

Roma capturou Aníbal Barca?

Não! A poderosa Roma não capturou Aníbal! Pois pouco antes dos romanos chegarem até o general, ele se suicidou para que não pudesse ser capturado. Ele se tornou tão respeitado, que até mesmo seus inimigos prestavam elogios a bravura e nível estratégico do mesmo!

Anibal Barca: O Terror de Roma

Ele foi considerado um dos maiores generais de todos os tempos, sendo inigualável em táticas militares. Futuramente ele recebeu elogios de grandes lendas posteriores como Napoleão, Arthur, entre diversos outros. Está figura histórica é mencionada em diversos livros históricos, e acabou sua reputação acabou se eternizando na história.

Curiosidades: General Aníbal Barca

Há algumas referências que apontam para um fato bastante curioso sobre o General Aníbal Barca, supostamente o Cipião, inimigo do cartaginese, havia despertado uma grande admiração e respeito pelo mesmo, pouco antes da guerra de Zama que ocorreu em 202 antes de Cristo. Demonstrando mais uma vez o quão respeitada esta figura histórica havia se tornado.

Outra curiosidade interessante é referente ao status que ele alcançou dentro da cultura Romana. O general se tornou tão temido que passou a representar uma espécie de fantasma para os romanos, sendo um dos homens mais temidos de todos os tempos. Ele era sinônimo de medo para muitas pessoas, e diversas lendas surgiram, colocando-o como uma espécie de terror encarnado nas histórias contadas para as crianças romanas.

Clique para classificar este post!
[Total: 2 Média: 5]
felipeblazerz
Redator há mais de 3 anos. Felipe é amante da filosofia e da geopolítica.

    Sargento Stubby: Um verdadeiro cão de guerra

    Artigo anterior

    Arco do Triunfo: A História do Monumento

    Próximo artigo

    Comentários

    Os comentários estão fechados.

    Mais Artigos